TRILOGIA TEBANA PDF

Tudo isso ocorre dentro de um encadeamento perfeito. Com efeito, o enredo deve ser armado de tal forma que, mesmo sem ver os fatos desenrolarem-se, aquele que simplesmente ouve o seu relato fique tocado pelo terror e pela piedade diante dos incidentes. Local: Tebas. Sobre os altares veem-se ramos de loureiro e de oliveira trazidos por numerosos tebanos, ajoelhados nos degraus dos altares como suplicantes.

Author:Tum Akikasa
Country:Saudi Arabia
Language:English (Spanish)
Genre:Business
Published (Last):9 September 2005
Pages:472
PDF File Size:1.7 Mb
ePub File Size:3.27 Mb
ISBN:665-7-60364-218-2
Downloads:80759
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Tohn



C O autor Sfocles nasceu em a. Ele foi um importante teatrlogo e dramaturgo, e formou o trio de grandes poetas dramticos da Grcia antiga juntamente com squilo e Eurpedes. Viveu no perodo onde Atenas mais se desenvolveu no quesito cultural. Sfocles criou inovaes na tcnica dramtica, como a tcnica de introduzir um terceiro personagem na cena e o rompimento com a tradio das trilogias.

Participou e ganhou vrios concursos de teatro, obtendo reconhecimento por suas stiras e tragdias. Escreveu aproximadamente peas para esses concursos, mas apenas sete so conhecidas nos dias de hoje. So elas: Ajax - a. Antgona - a. As Traquneas - a.

Elektra - a. Filoctetes - a. Morreu em a. A obra Antgona uma das trs obras que compe a Trilogia Tebana, juntamente com dipo Rei e dipo em Colono. Cronologicamente, a terceira pea dessa trilogia, porm foi a primeira a ser escrita. A obra uma verso do antigo mito sobre Antgona, que se trata de uma tragdia sobre uma famlia.

Filha de dipo e Jocasta, irm de Etocles, Ismnia e Polinices, Antgona foi a nica filha de dipo que no o abandonou quando este foi expulso de seu reino. Na obra Soflocliana, Antgona se nega a obedecer a ordem de Creonte, ento rei de Tebas, e enterra de forma honrosa o seu irmo Polinices, passando por cima da lei da cidade, mesmo ciente de que isso poderia vir a lhe custar a vida. A obra se inicia com uma batalha sangrenta entre os irmos Etocles e Polinices, uma disputa para assumir o trono da cidade de Tebas.

O confronto resulta na morte de ambos. Assim, quem assume o trono Creonte, cunhado de seu antecessor, dipo. A primeira ordem de Creonte ao assumir o trono de Tebas, foi que o corpo de Etocles fosse enterrado conforme as honras e os ritos divinos, enquanto o corpo de Polinices, por ser considerado um traidor da cidade de Tebas, seria atirado aos abutres como forma de aviso as pessoas do que acontece com quem desobedece as leis da cidade.

Revoltada e inconformada, Antgona desobedece ordem de Creonte, e enterra o corpo de seu irmo sob uma fina camada de terra, dando assim um enterro digno e de acordo com os ritos sagrados.

Antgona no s fez isso para honrar o seu irmo, mas sobretudo em nome da antiga crena em que a pessoa que no recebia um enterro de acordo com esses ritos, no conseguiria alcanar a luz, e assim sua alma nunca encontraria paz. Creonte ficou furioso ao saber que sua ordem havia sido desrespeitada. E atravs de um dos guardas, ficou sabendo que a responsvel pela desobedincia era Antgona. Assim, a manda prender. Antgona e Ismnia mesmo esta ltima no tendo participado, acabou por confessar um crime que no cometeu so condenadas morte.

Hemon, filho de Creonte e futuro marido de Antgona, apesar de ter muito respeito pela ordem hierrquica, questiona seu pai sobre sua deciso e pede para que reconsidere e perdoe sua amada, afinal de contas ela s queria um enterro digno para seu irmo. Vendo que suas splicas eram em vo, Hemon ameaa tirar sua prpria vida caso o pai no perdoe Antgona.

Creonte, ao invs de atender ao pedido do filho, piorou a condenao de Antgona, mandando a aprisionar em uma caverna para que morresse lentamente, prolongando o seu sofrimento. Creonte recebe a visita de Tirsias, um conhecido e importante adivinho.

Este o alerta sobre o erro que est cometendo e a maldio que se instalar sobre ele caso continue com o que havia comeado, e como os deuses estavam furiosos com ele e desaprovam a sua atitude.

Porm, Creontes se mantm irredutvel e ignora o conselho de Tirsias. Depois de um protesto da multido Tebatense para libertar Antgona e sepultar devidamente Polinices, Creonte no via outra opo se no atender aos gritos do povo.

No entanto, quando Creonte e seus guardas se chegaram ao local onde Antgona estava presa esperando a morte, a encontram enforcada. Antgona havia antecipado o destino que lhe havia sido traado. Hemon chega ao local onde se encontrava Creontes e seus guardas, e quando avista Antgona j sem vida , em um ataque de fria, dor e lgrimas tenta acertar um golpe de espada em seu pai sem sucesso e se mata em seguida.

Eurdice, esposa de Creonte, ao ter notcia da morte do filho, caiu em profunda tristeza e desiluso, acabando por tirar sua prpria vida Related Interests.

DINCOLO DE PRINCIPIUL PLACERII PDF

A Trilogia Tebana: Édipo Rei, Édipo em Colono, Antígona (Tragédia Grega *)

.

INMUNOLOGIA WILLIAM ROJAS MONTOYA PDF

Escritos Lendários: A Trilogia Tebana

.

EMBRIOLOGIA BUCODENTAL PDF

Análise Crítica da obra: “ Trilogia Tebana”

.

Related Articles